Ao contrário!


Não sei se já escrevi, mas, em minha opinião, a história de Adão no paraíso de Deus é metáfora.

Ela diz respeito ao fim e não sobre o começo.

Assim como os dois últimos capítulos da bíblia, os dois primeiros são praticamente a mesma coisa.

Ou seja, Gênesis um e dois nos conta como terminaremos.

A humanidade caminha do apocalipse à gênesis.

Mas se você me disser que significado da palavra Gênesis é justamente “no princípio”, então eu direi que nossa história está “do contra”!

Não é do passado para o futuro, mas, nossa história, está contada do futuro para o passado.

E isso é bem simples de entender: 

Terminaremos no Jardim de Deus – onde tudo começou.

E nessa escatologia reversa, o vento sopra ao contrário.

Não do jeito que sempre se ensinou: do paraíso à decadência.

Mas o tempo anda de trás pra frente.

Do caos ao paraíso.

Da separação à impensável união.

“O apo­ca­lipse é expe­ri­ên­cia diária, e as pessoas nascem dia­ri­a­mente de seus túmulos; a exis­tên­cia humana na terra é um eterno reju­ve­nes­ci­mento que sara todas as feridas e apazigua todos os rancores. O que chamamos de último suspiro é o primeiro, e o nas­ci­mento é o “voltar ao ventre materno” pro­fe­ti­zado por Nicodemos.” – Paulo Brabo sobre Nicodemos e o Vento, de Philip Leroyer 

Nessa ideia do tempo reverso, não me faz nenhum sentido a tal linha teológica que ensina sobre o arrebatamento. Sobre esse assunto, fizeram um filme maluco… um tal de deixados para trás.

Nele se ensina que o povo de Deus será arrancado da terra.

Como disse certo amigo, se isso acontecesse, seria uma espécie de vitória de nosso arqui-inimigo.

Pois em nosso futuro de lá de trás, foi escrito que o jardim de Deus foi colocado sobre o caos. E ao homem que estava lá, foi dado o desafio de cuidar desse lugar – trabalhando sem a tirania das hierarquias, inclusive sobre sua própria esposa. 

Dai, com criatividade, vamos trabalhar pelo resto da eternidade.

O vento continuará a soprar.

E, em minha opinião, ainda não saberemos qual a direção.

Boas ondas, 

Tropical

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: