Eternidade – o tempo de todos os tempos


Me faz sentido dizer que para se entender a eternidade é necessário que se pense nos tempos como se tudo fosse HOJE.

Que na eternidade não faz sentido as palavras PASSADO nem FUTURO.

Apenas o PRESENTE é o tempo existente.

O que era, na verdade É!

E o que ainda vai ser, também já É!

Também me faz sentido dizer que a questão do tempo é um dilema meu e seu, que logo descobrimos que um dia iremos morrer. Como se a morte fosse uma armadilha do tempo.

Mas que ontem, hoje e amanhã é, de alguma maneira, uma fresta da eternidade por onde o Filho de Deus entra.

Para mim já entrou e viveu em todos os tempos sem ser prisioneiro em nenhuma de suas conjugações.

Nenhum pretérito da gramática foi mais perfeito do que Ele próprio.

Me fez sentido quando li alguns dos textos do grande contador de histórias, C. S. Lewis.

Ele disse que o passado se parece com a eternidade, pois já está definido.

Que no futuro estão as raízes de todas as frustrações humanas.

E que o tempo presente é o ponto em que o tempo toca a eternidade.

Por esse motivo viva hoje.

Apenas hoje!

Com toda sua intensidade.

Como se não houvesse o amanhã!

“Não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupara consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal!” – Jesus, o Messias de Deus.

Me faz sentido o plano de Deus, agora meu SENHOR, foi o de me colocar dentro da eternidade através de seu filho.

De me dar a esperança da ressurreição dos últimos dias.

De me ensinar a dinâmica de seu [sempre] novo e eterno mundo.

De me ensinar a pensar nas coisas como se elas já fossem.

Enfim, agora sou filho do Pai da eternidade.

Mas confesso!

Para mim, não é tão fácil assim.

Viver preso ao tempo.

Com um corpo que envelhece.

Com filhos que nascem e crescem.

Em dias difíceis que demoram para acabar.

Em dias felizes que são rápidos como a luz.

Pensar que amanhã não é nenhum outro tempo que não seja o dia de hoje.

Digo, uma de minhas lutas é contra o tempo.

E meu gozo é o da vitória de Jesus contra a morte – o último inimigo que fora vencido.

A minha esperança é a de meu corpo revestido da vida do filho de Deus, glorificado – pura vida!

Boas ondas,

Tropical

Etiquetas:, , , , , , , ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: