Quer vir na minha igreja?


Não é o que você está pensando.

Não é mais um tipo de proselitismo.

Apesar de não saber bem por onde começar, tentarei, a minha igreja, te apresentar.

Ela pode parecer pequena.

Mas não se engane.

Pois são muitos os que chegam.

E nunca de uma só vez.

Eles chegam em seis, sete ou somente três.

Os cultos acontecem todos os dias.

E não temos liturgias.

Nada é orquestrado.

Por isso não se sentirá forçado.

Nunca se ouve a ordem para levantar.

Mas o convite para se sentar.

Não temos púlpito.

Mas uma grande mesa e alguns sofás.

O café, nunca falta.

A pregação cedeu lugar a um bom bate papo.

Todos podem falar e duvidar.

E aqui ninguém é obrigado a dizer amém.

A conversa é diversa.

A espiritualidade, ampliada.

O mundo de Deus, observado e considerado.

Falamos sobre profissão, saúde, política e educação.

Etcetera e tals…

Pois para caminhar depois da cruz é que fomos chamados.

Também temos uma pequena biblioteca à nossa disposição.

Se quisermos, podemos pesquisar enquanto tomamos nossos repetidos cafés.

Os departamentos são intensos. Principalmente o infantil, apesar de [ainda] apenas duas crianças.

Os vizinhos não reclamam do barulho.

E aos poucos vão se tornando nossos amigos.

Os pastores dessa igreja sempre dão as caras.

Por aqui eles já fizeram quase tudo o que podiam.

E ensinaram com desejo de que fôssemos melhores que eles.

Nos criaram para liberdade de Cristo.

Eles nos emanciparam.

Geralmente falam pouco, mas sabem cozinhar bem pra caramba.

E ninguém paga para freqüentar.

Não se ouvirá que a estrutura e os funcionários precisamos pagar.

Nunca se ouvirá: “Tem que dizimar!”

Mas a forma de contribuição fica à sua disposição.

Se você quiser, pode ser na forma de comida e bebida – que juntos ceiaremos.

Também ser uma louça lavada ou apenas uma mesa reorganizada.

Enfim, o ambiente é familiar.

Pode chegar!

As portas sempre estão abertas.

Você não é obrigado a voltar.

E nunca vai ouvir que aqui é o melhor lugar.

Pois a sua igreja, também queremos visitar.

Boas ondas,

Tropical

Etiquetas:

11 comentários em “Quer vir na minha igreja?”

  1. Gezz 10 de Março de 2014 às 23:12 #

    =) Legal o texto tropical!

    Saudades do cê!

  2. Gere 11 de Março de 2014 às 02:20 #

    Quero passar ai na sua house!!! A Mari falou que a Vivi convidou, então vamos marcar pra que dia da semana que vem?!

    • Tropical - AIRO 11 de Março de 2014 às 12:34 #

      Pow Geilson… essa visita está demorando hein?!
      Podem vir!

      • GERE 13 de Março de 2014 às 02:17 #

        Também acho vc já ta indo pro terceiro filho..hehehe Que dia da semana que vem é melhor pra vc?

  3. VILMA BRANDÃO MOREIRA 11 de Março de 2014 às 13:58 #

    Mas qual é o endereço???

  4. Fred Ramos 12 de Março de 2014 às 01:37 #

    Não sei se eu concordo…mas você tá se tornando um bom poeta!!!

  5. Samuel L. G. 20 de Março de 2014 às 15:53 #

    Gostei do texto,o problema é que muitas pessoas não enxergam o Espirito da palavra.O Pai se manifesta de várias formas, e para mim vc tem sido um instrumento dele.Que Deus continue lhe dando sabedoria, ainda estou me organizando para poder estar contigo, Abraços meu irmão em Cristo. Shalom!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: