All work and all play


Este filme é muito bom!

O que penso dessa geração: é que apesar de terem um discurso de alguém que tem a cabeça no sec. XXI [alguns bem ruins], ainda vivem seus paradigmas do século passado.

Trabalho com comunicação e propaganda, sou freestyle – trabalho em casa, em viagem, no café da esquina, pegando onda, etc. Volta e meia preciso criar algum tipo de material que servirá de apresentação para um curso qualquer. Nestes cursos, lógico, falam muito de novas tecnologias, investimentos, comunicação, prazeres e trabalho, etc… Mas da mesma maneira, usando os mesmos recursos do final dos anos 80. Ligam o projetor para mostrar slides a pessoas sentadas em confortáveis poltronas de grandes auditórios.

Nada dinâmico.

Nada interessante.

Nada interativo.

Nada novo.

Tudo linear.

Travado.

Com o poder do ponto.

Pulpito platéia.

Século passado.

O problema é que as instituições ainda não deram conta do grande êxodo de jovens. Não perceberam que esta geração não se alimenta mais desse prato de comida. Não perceberam que os jovens aprendem a comer antes mesmo de poderem comprar seu próprio rango.

Enfim, se quisermos fazer uma transição bacana, é necessário repensar o jeito de se fazer as coisas – como se criar novas instituições. Ou, tudo irá morrer do mesmo jeito que nasceu: de repente!

“Trocar o paradígma não significa abrir mão de valores, mas o desafio de resgata-los para formação de uma nova sociedade – uma nova cultura.”

Boas ondas.

Tropical

Etiquetas:, , , ,

2 comentários em “All work and all play”

  1. Carlos Fernandes - Jamanta 3 de Outubro de 2012 às 03:41 #

    Fazer o que ama fazer ou fazer o que precisa ser feito?
    Nem sempre o que precisa ser feito é o que ama fazer.
    Mas o que ama fazer, precisa ser feito ou não fará mais nada com amor.
    É mais ou meno por ai!!!

    • Tropical - AIRO 3 de Outubro de 2012 às 11:10 #

      É Jamantha, vc não é mais um menino de 18, 23. Com essa idade o tempo é favorável a eles para fazerem o q amam. Enfim, não estão falando sobre vc. Mas existem algumas exceções q são da tua geração e que fizeram uma transição perfeita.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: