Opinião reta!


Esse texto é uma resposta a uma questão que um amigo me enviou:

De cara, as pessoas que zoam é porquê não têm muito conteúdo para acrescentar no assunto. Sei que parece um duro julgamento da minha parte, porém, infelizmente, é uma grande realidade. Em geral as pessoas estudam pouco. Logo também vivem sem critérios para confrontação. E, pelos preceitos da religião moderna, são proibidos de pensar. Duvidar dos detentores do púlpito é pecado.

Nem se quer perceberam que são [se é que são], vasos de barro contendo água pura. Ou seja, o gosto sempre será adulterado. Será água com gosto de barro. E ainda teríamos de concordar que ora ou outra é puro barro.

O modelo de igreja institucional é uma estrutura cultural que tem a ver com nossa humanidade. Enquanto que o  evangelho de Cristo é a proposta de uma contra-cultura. Ou seja, ai já existe grande conflito – normal.

Mas não sou contra estruturas. Pelo contrário.

O problema é que a estrutura está MUITO a moda do próprio homem e não de Deus – que ensina SOBRE um jeito diferente de ser sociedade. Uma sociedade em que a liderança não poderá, jamais, ser SOBRE alguém. Isso Jesus condena – se quiser ler:

Não entenderam nada!

O ser humano, em sua natureza decaída, valoriza o poder, o status, o mérito, as primeiras posições, as conquistas em detrimento de outros, a fama e a grana. Então, como poderiam ser os cultos dessas igrejas que em nada são sustentáveis? Quero dizer, uma estrutura que valoriza uma “classe de especiais” de Deus – e eu pesava que isso era apenas um [de]mérito do catolicismo Romano.

Só que o sacerdote anacrônico ressurgiu no modelo neo-pentecostal. Neste modelo, a igreja toma dinheiro do povo, mas não faz nenhuma prestação de contas – isso já seria suficiente motivo para cair da credibilidade de todos. Também não têm nenhuma proposta social.

O pastor, que se auto denomina apóstolo.

Que por incrível que pareça também é o fundador e presidente da própria igreja;

Que por incrível que pareça também tem o maior salário.

Que por sinal vive melhor que a maioria das pessoas que doam para ele.

Que vive criando estratégias de arrecadação para manter a estrutura, mas sem decair de seu nível de vida.

Que, para justificarem, chamam tal estrutura de casa de Deus.

Caraca!

CASA DE DEUS SOMOS NÓS!

É aqui, neste meu corpo que se corrompe, que Deus pode ser santificado ou profanado… “Pai nosso… santificado seja o teu nome…”

Então, se dízimos fossem realmente legítimos, deveriam ir para pessoas necessitadas [os da vez], não estruturas. Se quiser ler sobre os assuntos:

Apóstolos

Dízimos

Realmente Deus não é nosso garçom.

Pelo contrário, nós é que somos seus mordomos. Deveríamos exercer a mordomia e administrar os bens do SENHOR – pois tudo é dEle – com generosidade.

A real é que o sábio Salomão estava bem certo quando disse que sol e chuva é para todos – tanto crentes quanto ímpios.

O lugar em que vivemos é um mundo de caos. Este lugar ainda está longe de ser o mundo perfeito que Deus tem para nós. Porém, nosso papel é cooperar com o Pai para resgatar todas as coisas deste caos. Ainda mais, conforme as próprias palavras de Jesus, não somos daqui. Apenas continuamos aqui para sabotar o mundo caótico.

De que forma?

Organizando-o. Servindo com ética nos nossos negócios, cuidando bem de nossos filhos, amando nossas mulheres, pagando o mal com o bem… enfim, administrando os bens que o Pai colocou em nossas mãos para que outros se beneficiem – OUTROS!

Quanto ao que você citou, a história de Atos com Barnabé e outros caras, o contexto é que a igreja que ficou [começou] em Jerusalém era totalmente castigada pelo império Romano. Se os caras não vendessem o que tinham, seriam saqueados pelo estado tirano. O estado perseguia e matava os cristão – Paulo foi um dos que comandou chacinas contras os crentes. Então para não serem saqueados, vendiam e davam aos sábios apóstolos [testemunhas oculares de Cristo], que distribuíam aos necessitados – Nota: eles não pegavam grana para si mesmos.

Paulo então se converte e é levado para Jerusalém para que fosse testificada, pelos apóstolos, a obra o E.S. na vida dele. Bem, ele é enviado para pregar aos gentios que moravam em outros lugares fora da capital, mas os apóstolos permanecem por lá, com toda perseguição e miséria. Por isso eles pedem para Paulo que jamais se esquecesse dos pobres lá de cima. Por isso que Paulo, em alguns momentos, arrecadava dinheiro: para enviar para lá. A treta em Jerusalém era tão grande que foi o motivo da fuga de muitos cristãos para todas as outras cidades vizinhas. Foi ai que o evangelho ganhou mais força na propagação.

Ou seja, uma história bem diferente dos nossos dias.

Os sacerdotes anacrônicos que pedem dinheiro usando esse texto, mas ignoram o contexto da Igreja primitiva, caem na categoria de usurpadores.

Também sugiro que procure o livro de Frank Viola: “A História não contada da Igreja do Novo Testamento”  – Se trata de uma simples descrição dos fatos.

E se realmente estiver disposto, pode ler este também:

Quando o assunto for igreja

abx.

Tropica

P.S.: Podemos continuar o assunto. Pode mandar ver nas questões.

Etiquetas:

One Comment em “Opinião reta!”

  1. Paulo Jussio 26 de Agosto de 2012 às 14:25 #

    Organismo e nao organizacao. Autosustentavel idependentemente do lider x ou y, onde o cabeca e Jesus, que atraves do E.S capacita qualquer um, eu disse qualquer um. Mas infelizmente o assunto “cultura” deve ser muito mais debatido pois e algo mais profundo do que se parece. Cultura tem a ver com, fomacao, criacao, tradicao, nacao, comportamento, valores, entre outras dezenas de criterios para se definir o que e “cultuta”. O fato e que via de regra o homem nao sabe ser mordomo nao foi muito nos ensinado o que e isso, apesar de Jesus nos apontar inumeras vezes, mesmo assim acabamos preferindo algo que ja vem de cima pronto, enfim no caso o modelo intitucional acaba virando regra se excecao, imposicao sem questionamento e uma especie de Teocentrismo. Ja chega pois mais um pouco eu ja fugi totalmente do assunto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: