Copa do mundo 2014 vs. pupulação


Por Gerê

Vem chegando 2014, ano de copa do mundo….ebaaaa vamos ver o Brasil golear!!!! Pipocas compradas, guaraná na mesa… Vuvuzelas tocando… Alegria, pessoas gritando com as caras pintadas… Brasil…. Brasil… Brasil!

 Para que todo esse “espetáculo futebolístico” possa acontecer, nos bastidores dessa grande façanha muuuuitos outros deixam de “existir”, de morar, perdem seus endereços, suas identidades, raízes, histórias.

Porque você esta falando isso? Não seja ignorante, radical, vai ser bom!  A massa responde, pois já estão com os ingressos comprados para o grande show.

Art. 5 Constituição Cidadã/88 diz: Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade.

As famílias do bairro Jardim Aeroporto, mais precisamente nos arredores da Av. Jornalista Roberto Marinho, estão passando por mais uma angustiante etapa de suas vidas. Muitas e porque não dizer todas, não sabe onde colocará sua televisão para assistir a abertura da copa do mundo!!!

E ai você pode responder?!

Durante muitos anos inúmeras famílias, homens, mulheres, crianças, (…), vem lutando para construir dignamente suas historias nessa região, tentando mudar ou sendo obrigados a mudar por estarem submetidos a uma grande metrópole. Crença e descrença, conquistas e perdas, amor e ódio, injustiças (muitas) e justiça, tranqüilidade e violência, construção e desconstruções…

Foram muitas as modificações, os sofrimentos, os desafios.  Incêndios (inúmeros), conseqüência da falta de condições básicas de moradia no qual muitos traduzem como negligencia dos moradores! Avenidas e Viadutos para desafogar o trânsito caótico dessa cidade! Grandes edifícios e condomínios de custo exorbitante estão sendo desenhados na tela dessa região, aumentando com isso a especulação imobiliária.  Que isso? Não sei exatamente, mas sei que não nos favorece!

Linha 17- OURO do metrô, huummmm! Que bom vai ligar o Aeroporto ao Morumbi.

Mais uma obra de muitos investimentos e investidores visando a “melhoria da cidade”, é claro, para que isso aconteça todas as famílias vão precisar ser removidas o quanto antes! Ah?! Por quê?!

Elas não estão incluídas nessa grande obra arquitetônica? E a final de contas elas vão morar a onde? Não existe um projeto de reurbanização? Cadê a prefeitura, as secretarias, os direitos sociais, as ONGs, as igrejas, os movimentos sociais de moradia (…)???!!!!

E minha história seu moço, minha identidade, meu emprego, minha escola, meus amigos (…)?

Vai ter UBS aonde vocês vão me colocar? É porque não tenho “convênio”, sabe.

Moço se eu não tiver dinheiro suficiente pra pagar meu apartamentinho eu vou pra onde? Será que vou ter que voltar para minha terral!!! Moço e se eu quiser ficar aqui em São Paulo, pode?

Moça onde eu vou encontrar uma casa para alugar com esse valor? Moça desculpa as perguntas, mas por quanto tempo eu vou ficar no auxilio aluguel?!

 PRIORIDADES são prioridades!!!!

Essas e muitas outras dúvidas estão afligindo as famílias, agonia essa que deveria ser resolvida com conversas e propostas coerentes, projetos transparentes e verdadeiros, presença dos representantes do Estado junto aos moradores, trabalho que exige parcerias, alianças e compromissos com outras políticas e setores da sociedade civil, eficácia que até o momento não esta acontecendo.

Quando as pessoas, as famílias, o cidadão, o indivíduo, deixarem de serem PRIORIDADES não sei mais no que acreditar!

Não queremos ser como “pipas” que são cortadas por “Linhas” de cerol, porque não dizer de “Ouro”, que ficam pairando no ar como sem saber seu rumo, sua direção, sem saber aonde vai cair, sendo levada de um  vento a outro flutuando no ar.

 Utopia talvez, mas prefiro continuar.

                                                                                                                                                                   Por Valdir

Esse é de fato a realidade…

Em poucas palavras você exprimiu toda a angustia e anseio do povo, do nosso povo. As prioridades estão longe de serem as famílias que moram em torno da Avenida Roberto Marinho. As prioridades são as “agendas particulares” desses que se julgam defensores da população. Desses que aparecem na época da eleição com um discurso fantasioso e utópico.

Onde estão aqueles que nos prometeram moradia digna, saúde, educação???

Para eles, nossa comunidade é um câncer que precisa a qualquer custo ser eliminado. Somos a poluição urbana, aquilo que mancha a imagem de uma mega metrópole. numa época em que muitos estrangeiros estarão visitando o nosso país por razão da copa.

Nesse momento eles esquecem que somos pessoas, gente de carne e osso, que amamos, que vivemos, que trabalhamos, que sonhamos. Eles esquecem que merecemos dignidade e valorização. Eles esquecem que temos crianças que estudam na região, que o nosso trabalho fica próximos de nosso lares. Nesse momento eles nos colocam do outro lado da cidade, no outro extremo. Não se preocupam que se afeta as nossas vidas de várias maneiras: pagaremos o dobro de passagens, ficaremos horas dentro de trens e ônibus apertados, o estresse aumenta, o salário reduz, não sabemos onde procurar uma escola para nossos filhos, e não temos ninguém com quem confiar para deixá-los enquanto vamos trabalhar. Eles não tem mais seus amigos.

Será que eles pensam nessas coisas?

Será que eles sabem que esse auxilio aluguel não aluga nem um barraco em outra favela?

Será que nos enxergam como seres humanos? Ou melhor, como cidadão brasileiro?

Nesses momento eu penso que só uma intervenção divina poderia mudar essa realidade…

Mas enquanto ela não vem, nós lutaremos, mesmo que tenhamos pouca força e pouca voz nessa cidade.

É momento da igreja agir. Não como instituição, mas como corpo de Cristo. É momento de deixarmos de lado as “placas denominacionais”.

É momento de cumprirmos o segundo mandamento: “Amar o nosso próximo como a nós mesmos” (Marcos 12:31)

Vamos despertar igreja, vamos deixar de olhar para o nosso próprio umbigo. Vamos sentir a dor dessas famílias, levar suas cargas, ter compaixão…

Estamos juntos nessa luta Gerê…

Se quiserem falar com o Gerê ou Valdir:

Gerê Sampaio: geylson_art@hotmail.com

Erivaldo Ferreira da Silva Ferreira: valdirimvida@hotmail.com

Etiquetas:, ,

3 comentários em “Copa do mundo 2014 vs. pupulação”

  1. Chris Sinedrio 11 de Junho de 2012 às 14:05 #

    A MENTALIDADE DO GOVERNO É COMO É ROMA PARA O POVO BASTA PÃO E CIRCO…MAS ACHO QUE NEM O PÃO ELES TÃO DANDO , SÓ TEM CIRCO, CIRCO E CIRCO…

  2. Tropical - AIRO 11 de Junho de 2012 às 14:17 #

    Fala Chris – obrigado por participar, mais uma vez, do assunto.
    Mas vamos lá, mais uma questão: e quanto as igrejas locais com seus eventos [cultos, comemorações, jantares, lançamentos de CDs, acampamentos, etc.], não se encaixam tb no quesito CIRCO? Pois nada além disso fazem. Não existe um plano de ação, apenas assistencialismos. E o pão? Acho que nem isso estão dando mais, pois é difícil matar a fome dos líderes clérigos.

  3. Gere 17 de Junho de 2012 às 04:18 #

    Trops acredito muito nessa comunidade e no potencial que todas as partes juntas (igreja, ongs, pessoas, etc,,) podem fazer… Mas tal mentalidade assistencialista é muito difícil de ser deixada de lado, principalmente pela “igreja” . Chega de Circo gospel!!!Obrigado por ter publicado o texto na sua página.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: