Parte do conceito da sustentabilidade


Ninguém deveria aceitar que outra pessoa lhe fosse previdência social.

Todos que têm saúde para trabalhar deveria sentir-se envergonhado de viver às custas de outros indivíduos. Uma sociedade deve viver sobre o princípio da mútua contribuição, pois somente assim entenderemos o que significa sustentabilidade em oposição ao assistencialismo.

Enquanto governos e igrejas continuarem a manter espaços de esterilidade, a sociedade continuará se fragmentando.

Um espaço estéril é formado a partir do momento em que freqüentadores se tornam pessoas consumidoras de um produto característico do próprio lugar. Quando este produto é gerado e oferecido por um seleto grupo que se mantêm pela venda do mesmo. O produto é elaborado para atender o mercado específico.

Mas algumas destas estruturas, que as vezes são como árvores lindas, escondem seus galhos pelados atrás da vasta folhagem. Com a consciência pesada somada a preocupação do que os outro logo irão dizer, mais o medo de serem cortadas, colam frutos postiços – aparecem formados e não tem sementes para continuarem sua espécie; não prestam para alimentar, mas consomem a energia de quem o sustenta.

Enquanto,

Frutos verdadeiros são gerados.

Brotam e amadurecem.

São saborosos e prontos para consumo.

Porém, continuam sua espécie pelas sementes que têm dentro deles.

Morrem para florescerem.

Tornam-se em novas árvores frutíferas.

Assistencialismo é uma via única, que vai, mas não volta. É atender as pessoas carentes, mantendo-as sempre nas mesmas condições. É ajudar sem ensinar o princípio da cooperação e mutualidade. É criar espaços em que os doadores e voluntários só irão quando precisarem limpar a consciência, mas que jamais freqüentarão pelo prazer. É manter ambientes de distinção entre as classes.

Assistencialismo é o que mantêm uma sociedade fragmentada.

Em oposição a isso, no reino dos céus não existe pobre nem rico, bonito nem feio, doadores nem carentes. No reino dos céus todos serão pobres ou ricos, bonitos ou feios, doadores ou carentes – todos trabalham para ser uma comunidade de iguais, onde se vive o princípio da mútua cooperação.

Comunidades fragmentadas funcionam para manter o caos do mundo.

Tropical

Etiquetas:, , ,

2 comentários em “Parte do conceito da sustentabilidade”

  1. Lápis 23 de Fevereiro de 2012 às 00:09 #

    Matô, hein?!
    Se investíssemos mais em dons,talentos e habilidades; se desenvolvêssemos pessoas; se fôssemos menos ou nem um pouco preconceituosos; se não pensássemos na consciência limpa e no status de quem “faz algo por alguém”, nossa sociedade seria bem diferente da atual. Sem dúvidas.

    • Tropical - AIRO 23 de Fevereiro de 2012 às 10:37 #

      Fala Larissa – fez a síntese que não consegui – perfeita. abxx

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: