Quem é que manda – homem ou mulher?


“As mulheres [sejam submissas] ao seu próprio marido, como ao Senhor.” EF5.22

Pergunto aos mais espertos que eu: como é que isso funciona na prática? Por favor me ajudem com mais respostas.

Por acaso isso significa que o marido manda na esposa?

Que o marido é mais que a esposa? Ou que homem manda em mulher?!

A mulher deve obedecer ao seu marido. Que seja!

Então é certo que o homem também se responsabilize por ela e ela não poderá ser culpada por nada?

Então até onde eu poderei mandar nela mesmo? Já que tenho esse direito…

Em que parte ela deve se humilhar [mesmo sentido de submeter], e em que parte ela poderá tomar suas próprias decisões?

Seria assim: ela pode fazer o que quiser se eu concordar? Caso contrário, exigiria obediência [também é o mesmo sentido de submissão], cega!

Enfim, como se aplica isso?

Mulheres, me desculpem por só ter me dirigido aos mais espertos que eu. Mas podem manifestar-se. Com certeza elevariam o nível a discussão.

Lógico que muitos me responderiam que é isso mesmo.

E por conta disso mesmo é que tem muitos maridos achando que homem é mais que a mulher, ou ainda, que mulher que é de Deus tem que obedecer e pronto! Fim de papo!

É por conta disso que ainda existem muitos machistas em púlpitos de igrejas locais.

É por conta disso que muitos homens ainda são grandes impostores, ou seja, propagandistas de falsas doutrinas.

É por conta disso que tenho perguntado sobre qual sistema de valores que estamos edificando nossas instituições? Valores de um reino terreno ou do reino do céu?

Como sempre acontece, nós pouco desconfiamos, pouco duvidamos, pouco lemos, pouco confrontamos, pouco estudamos, pouco conhecemos e pouco vivemos.

Não faz sentido para mim que o homem seja mais que a mulher.

[GN1.26-27] Pois no princípio está escrito que Deus fez o homem [não diz respeito ao gênero masculino, mas a humanidade] semelhantes a Ele, para dominar sobre toda criação – e os fez homem e mulher [agora sim diz respeito a gêneros]. Note que humanidade teria sido feita semelhante a ELEs e por isso há coerência que ninguém seja mais que ninguém – ou seja, na comunidade celestial ELEs são UM – pai, filho e espírito santo – existe nELEs um cooperação mútua. Ainda seria para mim contra um princípio celestial criar uma humanidade onde existam seres superiores e seres inferiores dentro da mesma espécie. Se bem que para mim isso diz respeito a finalidade de Deus e não ao princípio da criação – mas ai, é outro assunto.

Porém na parte em que fala sobre a humanidade como ela é – seres humanos jogando suas responsabilidades, uns sobre os outros – na parte em que reconhecemos bem nossas características de humanidade, em que os homens sabem bem o que é ralar para ganhar o pão e mulheres sabem o que é gerar filhos; existe uma sentença bem característica: “… e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.” [GN3.16] – ISSO NADA MAIS É DO QUE O ATUAL RETRATO DE UM MUNDO QUE PRECISA SER REDIMIDO.

Então não faz sentido para mim que depois de termos conhecido a Cristo, continuemos com essa mentalidade de mundo antigo, arcaico, caído e deixemos de lado os valores de um reino celestial. Pois desde que o mundo é mundo, as mulheres sempre foram menosprezadas em relação ao homem. Não faz sentido para mim que líderes religiosos continuem ensinando um padrão de mundo romano e ainda dizendo que é padrão para Igreja de Jesus Cristo. Impostores ou mau avisados?! Ainda fico com a segunda opção.

Dai alguns devem se perguntar: e o que fazemos com o que Paulo escreveu aos efésios?

Sugiro que leiam, pelo menos, o capítulo todo – com atenção já seria suficiente. Paulo começa dizendo que devemos, como filhos, imitarmos ao Pai e também o amor de Cristo que se deu por nós como sacrifício. Quanto a palavra “submissão” a sessão começa no versículo 21 com a ordem: “SUJEITEM-SE UNS AOS OUTROS”.

“Sujeitar-se” é o equivalente a uma palavra grega “hupotasso”, na verdade constituída da junção de outras duas: upo, que significa “sob”, e tasso, que se traduz por “por em ordem”. Sujeitar-se quer dizer então “colocar-se debaixo, devotar-se a, zelar pelas necessidades de, ser receptivo a”.

Em seu livro ‘Deus e sexo”, Rob Bell escreveu que o ensinamento de tal passagem de Efésios é amar e servir as pessoas em sua volta, pondo as necessidade delas antes das suas, por respeito e reverência a Jesus, que deu a vida por nós num ato de amor e sacrifício supremo. Ou seja, é morrer para nós mesmos a fim de que outros possam viver. Como Jesus.

Agora vamos ao versículo 22.

“Mulheres, cada uma ao seu marido, como ao Senhor”.

Nota: Veja a tradução Novo Testamento Interlinear – Grego, Português. No texto original você sentirá a falta do verbo “sujeite-se”, e terá que busca-lo no versículo anterior.

Então, À ESPOSA NÃO SE ORDENA QUE FAÇA ALGO DIFERENTE DO QUE FOI DETERMINADO A TODO MUNDO, NO VERSÍCULO ANTERIOR [21]. OU SEJA, SUJEITAR-SE. AS NECESSIDADES DOS OUTROS ANTES DA SUA, PRINCIPALMENTE EM SEU RELACIONAMENTO MAIS IMPORTANTE – COM O MARIDO.

Enfim, já deu pano pra manga. O texto pode se estender muito mais, porém tentarei partir para conclusão.

Ao marido [v.23] se espera que seja como Cristo. Ou seja, a ame e se entregue por ela. Cristo só assume a posição de cabeça porquê se dá pela Igreja, por seu sacrifício, por sua entrega, por sua disposição em se dar por ela e por sua morte.

Não seria isso uma primeira sujeição, a de Cristo – do marido?

Pois qualquer que seja a autoridade que a palavra “cabeça” encerra, tem todas suas raízes no sacrifício de Cristo e, portanto, no sacrifício do marido.

“Assim, ao marido é ordenado dar a vida pela esposa, e à esposa, que se sujeite ao marido. A ambos, no entanto, é ordenado que se sujeitem um ao outro porque TODOS têm ordem de se sujeitar a alguém, e tudo isso por temos a Cristo.” Rob Bell

Contudo quero dizer que, para mim o marido sujeita-se primeiro. Que a sujeição é mútua. Que homem e mulher foram criados para serem semelhantes a ELEs. Que nem homem, nem mulher é mais importante que o outro, mas ambos exercem diferentes funções – não posições. Que ser homem não é ser beneficiado e ser mulher não é ser sub categoria da humanidade de Deus. Que este pensamento último é um pensamento romano/mundano e nada te a ver com a comunidade celestial. Que ser homem não é ter uma posição sobre a mulher, mas sujeitar-se primeiro, lavando-lhe os pés, morrendo por elas.

Minha paráfrase:

“Maridos as suas esposas, sujeitem-se.”

 P.S.:

Submissão é, segundo o dicionário, humilhação, sujeição, dependência, obediência e humildade.

“Se somos cristãos, temos de mostrá-lo em todas as relações vida: nos negócios, na sociedade e em casa. As relações entre marido e mulher são aqui representadas como figura das que existem entre Cristo e a Igreja – vv 25-32. A exortação é no sentido de haver amor e devotamento mútuos, e de modo nenhum sugere que um homem tem o direito de fazer de sua mulher uma escrava. Cada um depende do outro, devido às funções diferentes que têm na sociedade humana. Cada qual, servindo ao outro, serve o melhor possível aos seus próprios interesses – v.28. ‘Quem ama a sua mulher, a si mesmo se ama.’ ” – Manual Bíblico H. H. Halley

Boas ondas,

Tropical.

Etiquetas:, , , , , ,

8 comentários em “Quem é que manda – homem ou mulher?”

  1. leila müzel dos Santos 23 de Agosto de 2011 às 19:05 #

    eita coisa boa quando alguém fala exatamente aquilo que gostaríamos de expressar… excelente reflexão
    homem que é homem não age como se a mulher fosse menor, menos inteligente, menos, menos, menos
    parabéns, Paulo

    • Tropical - AIRO 23 de Agosto de 2011 às 20:23 #

      É isso mesmo, Leila – Nós somos primos e nem nos conhecemos? Onde vc mora?

  2. Gislene Müzel de Almeida Jesus 16 de Março de 2012 às 16:06 #

    Parabéns mais uma vez… gosto muito da maneira como você escreve, seus textos são simples e ao mesmo tempo profundos… tudo fica tão fácil de entender.
    Eu particularmente amei este que acabei de ler… e concordo com a nossa prima quando ela diz: “homem que é homem não age como se a mulher fosse menor, menos inteligente…”
    Abraços.

  3. Gezz 5 de Setembro de 2013 às 22:22 #

    Saudades do cê! =)
    Gostei do texto!
    Um abraço Tropical! =)
    Obrigado!

    • Tropical - AIRO 5 de Setembro de 2013 às 23:27 #

      Pow! Tb temos saudades. Abxx e, não se esqueça de reservar a agenda qdo estiver na capital.

  4. Gezz 22 de Setembro de 2013 às 06:10 #

    Olá, tava lendo um texto e lembrei do seu texto. ehhehe…
    1 Coríntios 14

    As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei.
    E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.

    1 Coríntios 14:34-35

    Eu sei que tem um contexto aí para ser vergonhoso para as mulheres falarem em público…você lembra ou sabe qual é? e qual o princípio por trás?

    Abraço!

    • Tropical - AIRO 22 de Setembro de 2013 às 22:11 #

      Fala Gezz,

      Então, tentarei “explicar”, mas não de maneira tão organizada.
      Interessante que esse texto é uma contradição do (cap11:5). Mas os eruditos dizem q não existe uma existência clara do pq Paulo havia dito isso, mas todos tem certeza de que é uma questão pontual e específica.
      Note q tb ele fala “conforme ordena a lei…” de que lei ele está falando? Tb ninguém sabe onde ele tirou essa lei.
      Na Bíblia parafraseada de Eugene Peterson, está escrito: as mulheres não tem licença para usar o momento do culto para conversas desnecessárias.
      Enfim, não tem nenhum principal contido senão o de “conversas desnecessárias”.

  5. Hugo Mota 12 de Fevereiro de 2014 às 02:11 #

    Olá Tropical tenho acompanhado seus Textos e esse em particular é muito interessante, principalmente porque como você disse a nossa sociedade e muitas vezes as “autoridades” dentro das igrejas são extremamente machistas e muitas vezes ao meu ver trazem ensinamentos errôneos sobre submissão, eu ainda não estou casado, mas creio que a mulher seja submissa não como uma escrava, mas sim respeitosamente com o marido, assim como o homem também seja respeitoso com a sua esposa, até mesmo porque em 1 corintios 11:11 e 12 (um texto que para mim se resume essa história toda) fala que “…No Senhor, todavia, a mulher não é independente do homem, nem o homem independente da mulher.
    Pois, assim como a mulher proveio do homem, também o homem nasce da mulher. Mas tudo provém de Deus. …” , ao meu ver, homem e mulher que se amam se respeitam mutuamente, e ninguém precisa submeter/subjugar ninguém, e como os textos do Rob Bell, quando você ama você se da para a pessoa e não busca interesses próprios e sim em satisfazer e buscar a felicidade da pessoa amada (um resumo bem resumido, simplório dos textos que você citou rsrs)

    att,
    > Hugo Mota

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: