Fui Careta, hoje sou Otário


Por Tusa Ferreira

Na época em que me converti, faz 27 anos, os crentes eram chamados de careta, esse era o principal rótulo. Ser careta significava não poder fazer nada e ter que andar com determinadas roupas. Nesse rótulo padrão, significava que não podia beber, ouvir rock fora e principalmente dentro da igreja, mesmo que esse rock fosse gospel, deveria vestir roupa social e cabelos curtos para os homens e para as mulheres, saia e cabelos bem longos.
É lógico que não eram todas as igrejas que mantinham esses padrões, mas fosse você de qualquer tipo de igreja, o rótulo era o mesmo.
Nunca me envergonhei do evangelho, mas me envergonhava dos crentes, por tantos usos e costumes fora de razão.
Passados 27 anos, pelo menos para mim, esse rótulo mudou, não que os não crentes tenham entendido que o crente, dentro de uma liberdade coerente, pode fazer de tudo e deixar de ser careta, eles ainda não entenderam e o rótulo de careta continua, mas outro assumiu o primeiro lugar no ranking, é o rótulo de otário.
Freqüentar uma igreja hoje, significa ser otário por dar dinheiro na igreja e deixar o pastor e líderes da igreja ricos. Seja você de qualquer tipo de igreja, esse será o seu rótulo nos próximos anos.
Indo para o trabalho dando carona a um amigo, passamos na Rodovia Anhanguera em frente de um galpão provavelmente de uma futura grande igreja, esse galpão tinha uma frente bem luxuosa com grandes colunas e um relógio bem grande de ponteiros em numerais romanos em destaque. Ao passar pela frente, perguntei ao meu amigo se era uma fábrica ou igreja, ele respondeu que era uma igreja e que estava faltando uma entrada para o carro forte e o último comentário foi: ‘E os crentes otários irão deixar o pastor rico’.
Hoje, só o que fica na memória das pessoas, são os pastores televisivos pedindo dinheiro nos canais através de boleto, depósito bancário e campanhas e os pastores e lideres dessas igrejas ficando ricos e muitos deles envoltos em escândalos.
Depois 27 anos, continuo não me envergonhando do evangelho, mas muito envergonhado dos crentes.
E Timóteo já dizia a muito tempo atrás:
“ Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganáncia, mas moderado, não contencioso, não avarento; Que governe bem a sua própria casa… (I Timóteo 3) “

Etiquetas:,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: