Crente vampiro


 

Se você acha que Jesus morreu somente para te perdoar dos teus pecados, então não precisará de nada mais além disso para ir pro céu, depois de morrer. Assim sendo, apenas viva se morra sem muitos dilemas.
“A vida inteira de um homem é uma contradição contínua daquilo que ele sabe ser seu dever. Em todas as áreas da vida nós agimos em oposição desafiadora às ordens de nossa consciência e de nosso bom senso.” Leon Tolstoi.
“Não me siga. Estou perdido.” Frase de adesivo de carro.
Quanto a Tolstoi, só descreveu o fracasso universal que gera um desespero profundo e generalizado e uma sensação de inutilidade de todos os homens. Tipo, sei o que é certo, mas não consigo fazê-lo. Caramba! Gostaria muito de apenas viver e morrer… não, morrer não… ai caramba, este já é um dilema.
“Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.”
Esta frase, apesar de parecer um moderno dito popular, não é. Jesus já dizia isso de seus contemporâneos religiosos – escribas e fariseus – falava para as pessoas fazerem tudo o que eles diziam, mas para não fazerem aquilo que eles faziam, “pois não praticam o que pregam.” (MT23.3). Ai ai… O que será que Jesus diria de mim?! Será que tenho transformado essa prática dos escribas e fariseus num princípio fundamental da vida cristã?
Acho que não agüentarei escrever muito usando apenas o primeiro pronome do singular, irei para o plural…
Pregamos que deveríamos amar a Deus acima de tudo e também ao próximo como a nós mesmos, mas na real não praticamos. Não olhamos para os necessitados e nem mesmo enxergamos os exemplos de nosso mestre – se é que além de salvador ele também é senhor. Pregamos que devemos obedecer ao que Jesus nos disse para acumular tesouros no céu e não na terra. Mas estamos cada vez mais loucos atrás das coisas que perecem.
Não falo de perfeição e nem mesmo de trabalhar para merecer o dom da vida que Deus nos concede gratuitamente. Pois ninguém é capaz de se tornar merecedor da salvação ou da plenitude da vida. O lance é, qual são as ações do coração, os desejos e as intenções que nos dão acesso a vida em Cristo? Olha a diferença desse cara – Paulo. Ele diz, quase numa frase só, “eu não sou perfeito (FL3.12)” e “façam como eu faço” (FL4.9). As fraquezas dele – quaisquer que fossem – ainda o acompanhavam, mas ele vivia na intenção de alcançar o alvo, Cristo. Ele queria, estava decidido, ser como Cristo (FL3.10-14) e, ao mesmo tempo estava certo da graça que o sustentaria para levar a cabo sua decisão. Ele poderia fazer um adesivo. “Sigam-me, pois eu sei para onde estou indo!”. (ICO11.1). O cara não era perfeito mas tinha a moral de dizer aos outros que o imitassem. Acho que alguma coisa ele tinha de diferente.
“Um cristão não é uma pessoa perfeita, mas, sim, uma pessoa que foi perdoada.” Velho ditado de crente.
Mas, em primeiro lugar, absolutamente nada dos ensinamentos de Jesus e de seus primeiros seguidores sugere que você poderá decidir simplesmente desfrutar o perdão à custa de Jesus sem se relacionar com ele.
Posso falar? Beleza então.
A salvação sem obediência é algo desconhecido nas escrituras. 
É falsa a idéia de aceitarmos Jesus Cristo pelo fato de precisarmos de um salvador, mas que temos o direito de adiarmos a obediência que devemos a ele como senhor.
Para finalizar, podemos usar a expressão de “cristão vampiro” para nos referirmos às pessoas – ou até a nós mesmos – que só querem o sangue que purifica, mas não querem obedecer. Tipo, “me dá um pouquinho de sangue ai, só que não quero ser seu aprendiz e nem ter o seu caráter”.
Uma pergunta: Como é possível acreditar no perdão de pecados que Cristo oferece se, no que se refere a ele, não confiamos em praticamente nada mais?
Valeu.
Dallas Willard by Tropical
P.S.: Preferi escrever ao meu modo e alterei algumas coisas; então meio ele, meio eu…

Etiquetas:

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Coletivo TraçaUrbana

o c o r p o e n t r e d o t e c i d o u r b a n o

De volta ao Manual

Pensamentos sobre o amor de Deus na vida cotidiana

projetosilva

Ukulele e Voz ,Letras Simples e Pensamentos Sinceros...

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

Nelson Costa Jr.

" Ceci Est Un Dieu "

Marco Juric

Fotografia

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade

Sandro Baggio

Trilhando o estreito caminho entre o cinismo e a ingenuidade.

A Bacia das Almas

Onde as ideias não descansam

espiritualidade

drnerium

Just another WordPress.com site

Uma pausa para o café.

Porque precisamos de uma pausa.

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Reino & Sacerdote

Trabalhando para que a Igreja cresça e que o Reino avance!!! Ap 1.5,6

%d bloggers like this: